RIO QUE SAI DO TEMPLO

Ezequiel 47:1, NVI
O homem levou-me de volta à entrada do templo, e vi água saindo de debaixo da soleira do templo e indo para o leste, pois o templo estava voltado para o oriente. A água descia de debaixo do lado sul do templo, ao sul do altar.

Essas águas saem do templo de Deus não tenha medo, nade!

NADE SEM MEDO!

Ezequiel 47:5

E mediu mais mil e era um ribeiro, que eu não podia atravessar, porque as águas eram profundas, águas que se deviam passar a nado, ribeiro pelo qual não se podia passar. (ARC)

Finalmente, mediu mais quinhentos metros, e o rio era tão fundo, que eu não podia atravessar. Era fundo demais para ser atravessado, a não ser a nado. (NTLH)

Nade senão morrerás afogado pela inércia, pelo medo!

OCEANO DO ESPÍRITO

Mergulha igreja!
Mergulha igreja!
No oceano do Espírito!
Não se contente em ficar com águas até os tornozelos;
Não se contente em ficar com águas até os joelhos;
Não se contente em ficar com águas até os lombos;
Mergulha igreja!
Mergulha igreja!
Mergulha nas águas do Espírito!
Aleluia!

Meditando às 4:30 h de 21/05/2017

CESSACIONISTAS

Se alguém cuida ser profeta ou espiritual, reconheça que as coisas que vos escrevo são mandamentos do Senhor.
Mas, se alguém ignora isso, que ignore.
Portanto, irmãos, procurai, com zelo, profetizar e não proibais falar línguas.
– 1 Coríntios 14:37-39

A única parte do texto que os cessacionistas enxergam é essa: “Mas, se alguém ignora isso, que ignore.”

LÍNGUAS ESTRANHAS

Muitos criticam os pentecostais porque estes falam muito sobre o dom de falar em línguas estranhas.

Pois bem…

Quem introduziu isso no cristianismo? Será que foi o movimento da Rua Azusa no início do século 20? É coisa da Assembleia de Deus?

Leia Marcos 16:9, 11, 14, 15, 17 e veja quem foi o “culpado” de introduzir essa questão no cristianismo.

AO CONTRÁRIO

Acordei de madrugada com um pensamento muito forte de que Deus sempre surpreende nossa lógica racionalista cartesiana.

Vindo de uma tradição religiosa hiper estruturada, ultra racional, onde a emoção não tem vez em momento algum, onde se privilegia o estudo mas se esquece que somos seres racionais e emocionais, ou seja, um conjunto belo, complexo e particular, onde a individualidade é sufocada, roubada sem se colocar uma arma na tua cabeça, mas com a tua permissão tácita, vejo como Deus mudou minha perspectiva num giro de 180 graus.

Hoje como membro de uma igreja pentecostal séria, estou aprendendo que conhecimento é importante como meio de proteção contra as heresias que os apóstolos já alertavam nas Escrituras que surgiriam, mas que isso não pode se sobrepor às tuas emoções, pois Deus toca nossa mente e coração com o Evangelho.

Se isso não fosse assim será que somente conhecimento teria feito com que aqueles 12 homens simples abandonassem tudo para seguir a Jesus? Claro que a emoção estava envolvida nesse negócio!

Pedro, por exemplo, era alguém intenso, impetuoso mas precisou ser lapidado por Jesus e Paulo para não focar só na emoção.

Paulo era o oposto, muito conhecimento, mas este o cegava por meio do orgulho fazendo com que fosse inimigo dos cristãos até que Jesus abalou suas emoções numa estrada e o fez ficar cego para com tudo o que ele tanto prezava para depois enxergar as coisas numa nova luz, sob a qual suas emoções, agora santificadas, o fizessem ser o maior teólogo que o cristianismo já teve.

É…. Jesus sabia o que estava falando ao repreender os saduceus, assim como eu era ao caminhar na estrada para Damasco….

Aleluia!

Leia Mateus 22:29